É uma área ampla que se destina ao tratamento das disfunções respiratórias e suas repercussões posturais e físicas.

A sua prática compreende manobras facilitadoras de remoção de secreções das vias aéreas respiratórias e alterações na postura, desencadeada pelas próprias doenças respiratórias crônicas como asma e enfisema.

Também aplicada à pediatria, a fisioterapia respiratória, tem ganhado espaço por sua atuação com bebês “chiadores” e crianças com distúrbios respiratórios agudos tais como pneumonias, broncopneumonias, bronquiolites e quadros virais, assim prevenindo complicações e contribuindo para um bem-estar geral e consequente melhora na qualidade de vida.